Francisco Chávez Guzmán
MéxicoAshoka Fellow desde 1989

A Pessoa

Paco Chávez trabalha como correspondente de guerra para a televisão alemã há três anos, cobrindo principalmente a situação na América Central. Além de ter estudado cinema e comunicação social, Paco também é antropólogo. Ele agora quer combinar essas três vertentes de sua experiência de vida para mostrar um futuro positivo e promissor para a humanidade, usando a cultura em seu sentido profundo como um veículo para a mudança social. Paco foi eleito para a Ashoka Fellowship em 1989.

A Nova Idéia

Francisco (Paco) Chávez se propõe a produzir um conjunto de materiais educativos em vídeo que resgatam e dão sentido a mitos e lendas antigas e contemporâneas do México, ao mesmo tempo que chamam a atenção para os graves problemas ambientais do México. Tanta produção e exibição na TV mexicana é inspirado em imagens criadas fora da herança cultural nacional do México. Chávez afirma que tem pouco significado para as comunidades rurais que assistem aos programas. Ele também acha que, se houver uma mudança substancial na atitude das pessoas em relação ao meio ambiente, a educação deve abranger os níveis mais profundos da cultura mexicana.

O problema

O meio ambiente do México, como o da maioria dos outros países, está sofrendo não apenas com a exploração implacável, mas também com a ignorância das atividades econômicas prejudiciais ao meio ambiente realizadas por comunidades rurais de pequena escala. O que Paco propõe é atrair o público por meio do vídeo e do uso de mitos e lendas para explorar os danos que estão sendo causados à vida do planeta. Chávez, no entanto, enfrenta problemas para financiar seu projeto de vídeo independente. Como a maioria dos cineastas mexicanos é atraída pelas possibilidades comerciais de sua profissão, eles trabalham para o Estado ou para a grande empresa de TV privada. Como resultado, a liberdade de realizar trabalhos experimentais ou de fazer filmes que sejam potencialmente geradores de mudanças é limitada. Sem algum tipo de financiamento internacional, pouca produção independente de filmes pode ser realizada.

A Estratégia

O trabalho de Paco terá em sua primeira fase um caráter fortemente investigativo, valendo-se de fontes de informação escrita e oral. Ele propõe focar inicialmente no mito nahuatl - os nahuas sendo o maior grupo étnico no México atual e os descendentes diretos dos astecas. Ele pretende inicialmente trabalhar com o tema da floresta e dos Nahuas. Para isso, ele contará com a observação em primeira mão das comunidades Nahua e dos elos de interligação relacionados à floresta e seu ciclo ecológico. O mito local será documentado e usado para dramatizar situações relacionadas à floresta. Por fim, serão escolhidos personagens baseados na vida real e figuras míticas e a sequência transformada em filme para distribuição em massa.